top of page
  • Foto do escritor

Spotify Marquee e Social Ads

O Spotify publicou um novo estudo sobre Marquee! Vem ver!

Um novo estudo publicado pelo Spotify destaca a eficácia geral de seu principal produto de publicidade, o Spotify Marquee. Consagrado por alguns como um produto de alta qualidade e temido por outros como o início de uma receita geral reduzida, o Marquee sempre foi um ponto de discórdia na indústria. Então, vamos dar uma olhada mais de perto na afirmação da plataforma de que o Marquee oferece 10 vezes mais ouvintes por dólar do que os anúncios sociais, e análisar todo o contexto.

Contexto

A postagem do Spotify sobre seu estudo implica uma compreensão básica do produto. A coisa mais importante é que o Marquee visa apenas os ouvintes atuais de um artista no Spotify. Marquee não está adicionando novos ouvintes à ativação, está simplesmente reativando os ouvintes existentes.

O melhor em ativar os fãs existentes

Nesse contexto, o Spotify Marquee é certamente o melhor no que faz! Não há nenhuma maneira nos outros tipos de anúncios serem melhores em ativar sua audiência principal do Spotify do que o Marquee do Spotify – como poderia, quando há várias etapas entre um fã ver seu anúncio nas redes sociais e transmiti-lo, enquanto o Spotify está alcançando-os enquanto eles já está ouvindo? O que a Marquee não pode fornecer são novos leads, uma necessidade em qualquer plano de marketing que se preze. Embora o Marquee faça um ótimo trabalho em garantir que sua base de fãs esteja por dentro, os anúncios sociais sempre serão melhores em criar novos ouvintes e novos fãs.

Limitações do Marquee

Se você ler o artigo no blog do Spotify, terá a sensação de que este é o desenvolvimento mais revolucionário da história do marketing de música digital. Porém, é nosso trabalho dar a você a verdade nua e crua sobre o assunto.

Será dispensável dizer que, se você é um artista que tem um público grande o suficiente para ativar os anúncios Marquee em grande escala, este produto é realmente valioso – você está atingindo alguém enquanto abre o aplicativo que usa para ouvir música, lembrando seus fãs de que você tem exatamente o que eles estão procurando. Isso não significa que seja uma bala de prata – porque parte do marketing musical é aumentar seu público, apresentar sua música a novas pessoas, seja por meio de amigos, sensibilidade estética, reconhecimento de marca e sinergia, colaboração com artistas que eles conhecem.

Crescimento do Artista

Para encontrar novos fãs, outras plataformas, como YouTube, Meta (FB/IG), TikTok e afins continuam sendo as melhores maneiras de obter novas impressões de pessoas que não estão familiarizadas ou pouco familiarizadas com sua música. Além disso – você tem fãs que não usam o Spotify! A Apple Music é enorme! O YouTube é o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo atrás do Google! Tidal, Deezer, Napster, Resso e outros têm bases de ouvintes dedicadas (e em muitos casos pagam a uma taxa mais alta por stream do que o Spotify).

Essa é a maior área em que o produto Marquee fica abaixo, porque a partir do quarto trimestre de 2023, você só pode usá-lo para atingir seus próprios fãs. E você está pagando cerca de $ 0,50 para fazer com que alguém que já é seu fã clique no álbum que você tem certeza que eles iriam ouvir eventualmente.

Custos do Marquee

E isso nos leva a custos – cabe a você, como equipe ou artista, decidir se pagar para que seus próprios fãs ouçam sua música realmente vale a pena para você – não há dúvida de que esse produto de anúncio impulsiona o comportamento de streaming de uma maneira sem precedentes . É que há uma razão pela qual muitos dos principais players da indústria da música têm relutado em mergulhar de cabeça – muitas pessoas acham que isso é apenas o Spotify cobrando pelo tipo de serviço que eles já fornecem (em um grau menos direcionado) gratuitamente com produtos como Release Radar e Discover Weekly.

Conclusões

Em 2023, o Spotify estará pronto para continuar o desenvolvimento agressivo deste novo programa com a expansão para novos territórios e a oferta de novas variações do produto. Seu objetivo à longo prazo é estabelecer-se como um centro de audiência e depois encontrar maneiras de monetizar isso, seja por meio dos fãs ou dos artistas. À medida que o produto continua a se desenvolver, podemos esperar que novos recursos, custos, práticas recomendadas e muito mais estejam a caminho. Em resumo, o Marquee provavelmente continuará a ser um importante ponto de discussão no setor musical.

De qualquer maneira, a declaração que a plataforma fez ainda é fato: o Spotify Marquee é dez vezes mais eficaz em aumentar a audiência do que os Social Ads (ao segmentar estritamente os principais fãs de um usuário). Dito isso, seria desaconselhável colocar todos os ovos nessa cesta. Em um mundo ideal, onde os artistas têm financiamento infinito para promover sua música, eles fariam melhor usando tanto o Marquee quanto os gastos sociais. Procurando mais? Confira todo o nosso Guia do Artista aqui.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Instagram
  • Facebook
  • X
  • LinkedIn
  • Youtube

Institucional

Soluções

Feito com ♫ e com pela iSound

Copyright © 2024 iSound®

bottom of page